A potência da suplementação com o myHMB é o que fornece exatamente o que os músculos do corpo precisam: o HMB. Cientificamente conhecido como β-hidroxi β-metilbutirato, o HMB é produzido naturalmente em nossos corpos durante o metabolismo do aminoácido essencial leucina. A leucina é encontrada praticamente em todas as proteínas: nós a ingerimos todos os dias em alimentos como soja, carne, alfafa e peixe, e algumas proteínas têm mais leucina que outras. Porém, é muito difícil, se não impossível, consumir proteína o suficiente apenas com suplementação ou uma dieta saudável para atingir a quantidade ideal de HMB. Com o myHMB, você consegue o poder de criar músculos diretamente do HMB, e isso proporciona benefícios incríveis.

Benefícios do HMB

Atletas, idosos, pessoas que estão fazendo uma dieta, que são ativas ou estão se recuperando de uma doença ou lesão usam o HMB há décadas como um suplemento altamente eficaz para melhorar a saúde muscular mesmo com uma variedade de estressores externos. Na verdade, a beleza do HMB é que ele tem um desempenho melhor quando estressores — como treinos extenuantes ou lesões — são aplicados no corpo.

O myHMB também demonstrou clinicamente:

hex

Principal mecanismo do HMB

A massa muscular é a soma da degradação da proteína dos músculos e da síntese dessa proteína. O HMB diminui a degradação da proteína dos músculos e aumenta a síntese dessa proteína simultaneamente. A beleza desse composto é que ele tem um desempenho melhor quando estressores são aplicados no corpo.

O HMB diminui a degradação proteica atrapalhando a proteólise pela via proteolítica proteasoma-ubiquitina (uma via enzimática importante para a degradação proteica nos músculos). Isso resulta em menor dano muscular.

O HMB estimula a síntese proteica muscular por meio de vários mecanismos, incluindo a via mTOR/p70S6k. Embora a iniciação da síntese proteica miofibrilar seja influenciada por diversos fatores, a mTOR é um fator regulador essencial que resulta em um aumento direto na síntese de proteína miofibrilar. As proteínas miofibrilares fazem com que os músculos se contraiam e são responsáveis pela força da contração muscular. O HMB demonstrou aumentar a fosforilação da mTOR, ativando, assim, a via de sinalização de mTOR no músculo. Então, a mTOR estimula a iniciação da síntese proteica no músculo.

Embora muitos desses efeitos sejam compartilhados com a leucina, o HMB é mais potente do que ela na promoção de ganhos de força, e um estudo recente demonstrou que a conversão de leucina para HMB é necessária para esse aumento na síntese proteica.

Girón et al., 2016

HMB x. Proteína ou leucina

Para receber os benefícios do HMB, é necessário que haja uma suplementação. Embora seja verdade que o HMB é produzido naturalmente em nossos corpos durante o metabolismo do aminoácido essencial leucina, apenas 5% da leucina nutricional é convertida em HMB no corpo. Isso significa que, em teoria, uma pessoa precisaria consumir 60 gramas de leucina — ou aproximadamente 600 gramas de proteína de alta qualidade — para ter a quantidade eficaz de HMB. O consumo direto dessa quantidade de proteína ou leucina é uma tarefa difícil, se não impossível.

A solução é simples: Suplementação diária da quantidade eficaz de HMB (apenas 3 gramas) para manter e melhorar a saúde muscular geral.

600 gramas de proteína =
20 porções ou colheres

60 gramas de leucina =
3 gramas de HMB

3 gramas de HMB =
3 - 1 gramas cápsulas

Informações de segurança

No caso do HMB, o estudo de segurança é quase tão surpreendente quanto a descoberta dos benefícios. Diversos estudos com o HMB incluíram grandes quantidades de dados de segurança.

Um estudo publicado no Journal of Nutrition resumiu questionários de saúde, análises sanguíneas e perfis emocionais abrangentes de participantes de nove estudos clínicos diferentes. As descobertas demonstraram que o consumo do HMB é seguro e que não há efeitos adversos em homens e mulheres, jovens e idosos.

Além disso, um amplo estudo de toxicidade usando dosagens mais do que dez vezes acima da recomendada em humanos não apresentou descobertas clínicas significativas, não indicando nenhum efeito nocivo causado pela suplementação de HMB.

[callout/image] Não importa se você toma o HMB para maximizar seu treino ou apenas como parte de um regime de suplementação diária, você pode se tranquilizar ao saber que está tomando um dos suplementos mais estudados e sem efeitos colaterais conhecidos disponíveis no mercado.

Pesquisas clínicas

O HMB destaca-se dos outros suplementos com um número crescente de pesquisas. As descobertas não só demonstram que o HMB age para melhorar os resultados de programas de exercícios, como também é seguro, sem apresentar efeitos colaterais conhecidos. Na verdade, o estudo da segurança do HMB é tão extenso quanto o estudo dos efeitos dele na melhora da força e do desempenho. Nas últimas duas décadas, mais de 50 estudos com humanos, 40 artigos de análise e quatro meta-análises foram publicados como documentos revisados por pares, o padrão ouro do campo científico.

Perguntas frequentes

O que é HMB?

HMB significa β-hidróxi β-metilbutirato, produzido naturalmente em nossos corpos durante o metabolismo do aminoácido essencial leucina. A leucina faz parte da cadeia alimentar, nós a ingerimos diariamente na soja, carne bovina, alfafa e peixe.

 

Como funciona o HMB?

O HMB auxilia no aumento da proteína muscular de duas maneiras:

  • Diminui a degradação de proteínas ocasionada por exercícios extenuantes.
    • O HMB interrompe a degradação de proteínas diminuindo a via proteolítica da ubiquitina-proteassoma.
  • Aumenta a síntese de proteínas proporcionando um aumento na força.
    • Vários estudos indicam que o HMB estimula a síntese proteica através de mecanismos múltiplos, incluindo a via mTOR.
Quanto tempo demora para que se observem os resultados do HMB?

Estudos mostram que aumentos mensuráveis na força e a prevenção de excesso nos treinos ocorrem em apenas algumas semanas; no entanto, provavelmente levará de três a quatro semanas para produzir resultados que sejam observáveis por amigos e colegas de trabalho.

Como o HMB é aceito cientificamente?

Especialistas renomados das principais universidades vêm conduzindo pesquisas de HMB com animais e seres humanos há mais de suas décadas. Em seus estudos, eles descobriram diversos efeitos benéficos do HMB, incluindo a melhora nos resultados mais rápido com exercícios intensos. A lista de estudos clínicos com o HMB está crescendo constantemente. No momento, há cerca de 50 estudos clínicos em humanos, 40 artigos de revisão e 4 metanálises, publicadas como artigos revisados por pares, e há ainda mais estudos em andamento com o HMB.

Há algum outro suplemento nutricional ou de ganho de massa muscular que devo usar com o HMB?

Sabe-se que o HMB pode ajudar no ganho de massa muscular magra e no aumento da força. Ele também auxilia a melhorar a recuperação.  Pesquisas recentes demonstraram que outro nutriente, a vitamina D, é essencial para ajudar os músculos a alcançarem o seu potencial máximo.  Quando combinado com a vitamina D, a eficácia do HMB é aprimorada. Saiba mais

O HMB combinado com o PEAK ATP também demonstrou um benefício sinérgico nos ganhos de desempenho, ou seja, os benefícios são maiores quando eles são combinados do que com qualquer um deles sozinho. Saiba mais

As pesquisas também mostraram que o HMB combinado com creatina produz resultados melhores do que o HMB ou a creatina isoladamente.

O HMB deve ser tomado em combinação com uma dieta equilibrada contendo uma ingestão diária de proteínas de cerca de um grama por quilo de peso corporal, principalmente se você estiver praticando exercícios. Se a sua dieta não é equilibrada ou a sua ingestão de proteína é baixa, o HMB deverá ser combinado com um suplemento de vitaminas, minerais, proteínas ou energia apropriado para equilibrar a sua dieta.

O HMB tem algum efeito colateral negativo?

Foram realizados estudos clínicos exaustivos para avaliar especificamente a segurança do HMB. Não foram registados efeitos colaterais negativos em homens ou mulheres, quer sejam jovens ou idosos. Um resumo dos efeitos do HMB na hematologia, perfil emocional e efeitos adversos medidos em nove estudos clínicos mostrou apenas efeitos positivos sobre o colesterol (redução de 7%) e na pressão sanguínea (4,4 mm de diminuição de hectograma).

O que posso esperar?

Em estudos clínicos, os usuários de HMB apresentaram melhora constante na força, redução de danos musculares, além de melhora na composição corporal com exercícios quando comparados com indivíduos do teste de controle. Pesquisas sugerem que a suplementação com HMB também proporciona benefício para os corredores, ciclistas e outros indivíduos que praticam treinos de resistência.

O que o HMB faz no corpo?

O HMB desempenha um papel importante na melhora dos resultados dos treinos. O HMB ajuda a aumentar a proteína muscular no corpo, diminuindo a degradação e aumentando a síntese proteica. Esses efeitos demostraram aumento na força, melhora na resistência e auxílio na recuperação de exercício/atividade.

 

Qual é a dosagem recomendada?

A dosagem recomendada é três gramas por dia para indivíduos de tamanho médio. Caso deseje “personalizar” sua dosagem, pesquisas demonstraram que 38 mg/kg de peso corporal por dia é o ideal.

 

Quem pode se beneficiar da suplementação com HMB?

Pesquisas indicam que a suplementação com HMB pode beneficiar praticamente todo mundo, principalmente quem faz musculação e aeróbicos.

 

O HMB funciona para mulheres?

Sim, resultados de pesquisas mostram que as mulheres que tomam o HMB suplementar e se exercitam obtiveram aumento na força e melhora na composição corporal.

 

Quem não deve tomar HMB?

Mulheres grávidas ou lactantes não são aconselhadas a tomarem HMB, porque estudos de segurança com o HMB ainda não foram conduzidos para essas populações. Além delas, indivíduos com quaisquer problemas médicos conhecidos e adolescentes devem consultar seu médico antes de usar o HMB, conforme a recomendação para qualquer suplemento dietético.