A potência da suplementação com o myHMB é o que fornece exatamente o que os músculos do corpo precisam: o HMB. Cientificamente conhecido como β-hidroxi β-metilbutirato, o HMB é produzido naturalmente em nossos corpos durante o metabolismo do aminoácido essencial leucina. A leucina é encontrada praticamente em todas as proteínas: nós a ingerimos todos os dias em alimentos como soja, carne, alfafa e peixe, e algumas proteínas têm mais leucina que outras. Porém, é muito difícil, se não impossível, consumir proteína o suficiente apenas com suplementação ou uma dieta saudável para atingir a quantidade ideal de HMB. Com o myHMB, você consegue o poder de criar músculos diretamente do HMB, e isso proporciona benefícios incríveis.

Benefícios do HMB

Atletas, idosos, pessoas que estão fazendo uma dieta, que são ativas ou estão se recuperando de uma doença ou lesão usam o HMB há décadas como um suplemento altamente eficaz para melhorar a saúde muscular mesmo com uma variedade de estressores externos. Na verdade, a beleza do HMB é que ele tem um desempenho melhor quando estressores — como treinos extenuantes ou lesões — são aplicados no corpo.

O myHMB também demonstrou clinicamente:

hex

Principal mecanismo do HMB

A massa muscular é a soma da degradação da proteína dos músculos e da síntese dessa proteína. O HMB diminui a degradação da proteína dos músculos e aumenta a síntese dessa proteína simultaneamente. A beleza desse composto é que ele tem um desempenho melhor quando estressores são aplicados no corpo.

O HMB diminui a degradação proteica atrapalhando a proteólise pela via proteolítica proteasoma-ubiquitina (uma via enzimática importante para a degradação proteica nos músculos). Isso resulta em menor dano muscular.

O HMB estimula a síntese proteica muscular por meio de vários mecanismos, incluindo a via mTOR/p70S6k. Embora a iniciação da síntese proteica miofibrilar seja influenciada por diversos fatores, a mTOR é um fator regulador essencial que resulta em um aumento direto na síntese de proteína miofibrilar. As proteínas miofibrilares fazem com que os músculos se contraiam e são responsáveis pela força da contração muscular. O HMB demonstrou aumentar a fosforilação da mTOR, ativando, assim, a via de sinalização de mTOR no músculo. Então, a mTOR estimula a iniciação da síntese proteica no músculo.

Embora muitos desses efeitos sejam compartilhados com a leucina, o HMB é mais potente do que ela na promoção de ganhos de força, e um estudo recente demonstrou que a conversão de leucina para HMB é necessária para esse aumento na síntese proteica.

Girón et al., 2016

HMB x. Proteína ou leucina

Para receber os benefícios do HMB, é necessário que haja uma suplementação. Embora seja verdade que o HMB é produzido naturalmente em nossos corpos durante o metabolismo do aminoácido essencial leucina, apenas 5% da leucina nutricional é convertida em HMB no corpo. Isso significa que, em teoria, uma pessoa precisaria consumir 60 gramas de leucina — ou aproximadamente 600 gramas de proteína de alta qualidade — para ter a quantidade eficaz de HMB. O consumo direto dessa quantidade de proteína ou leucina é uma tarefa difícil, se não impossível.

A solução é simples: Suplementação diária da quantidade eficaz de HMB (apenas 3 gramas) para manter e melhorar a saúde muscular geral.

600 gramas de proteína =
20 porções ou colheres

60 gramas de leucina =
3 gramas de HMB

3 gramas de HMB =
3 - 1 gramas cápsulas

Informações de segurança

No caso do HMB, o estudo de segurança é quase tão surpreendente quanto a descoberta dos benefícios. Diversos estudos com o HMB incluíram grandes quantidades de dados de segurança.

Um estudo publicado no Journal of Nutrition resumiu questionários de saúde, análises sanguíneas e perfis emocionais abrangentes de participantes de nove estudos clínicos diferentes. As descobertas demonstraram que o consumo do HMB é seguro e que não há efeitos adversos em homens e mulheres, jovens e idosos.

Além disso, um amplo estudo de toxicidade usando dosagens mais do que dez vezes acima da recomendada em humanos não apresentou descobertas clínicas significativas, não indicando nenhum efeito nocivo causado pela suplementação de HMB.

[callout/image] Não importa se você toma o HMB para maximizar seu treino ou apenas como parte de um regime de suplementação diária, você pode se tranquilizar ao saber que está tomando um dos suplementos mais estudados e sem efeitos colaterais conhecidos disponíveis no mercado.

Pesquisas clínicas

O HMB destaca-se dos outros suplementos com um número crescente de pesquisas. As descobertas não só demonstram que o HMB age para melhorar os resultados de programas de exercícios, como também é seguro, sem apresentar efeitos colaterais conhecidos. Na verdade, o estudo da segurança do HMB é tão extenso quanto o estudo dos efeitos dele na melhora da força e do desempenho. Nas últimas duas décadas, mais de 50 estudos com humanos, 40 artigos de análise e quatro meta-análises foram publicados como documentos revisados por pares, o padrão ouro do campo científico.

Perguntas frequentes

What is HMB?

HMB stands for β-hydroxy β-methylbutyrate, which is naturally produced in our bodies during the metabolism of the essential amino acid leucine. Leucine is a part of the food chain – we eat it every day in soybeans, beef, alfalfa, and fish.

How does HMB work?

HMB aids in increasing muscle protein in two ways:

  • Decreases protein breakdown from hard workouts.
    • HMB disrupts protein breakdown by decreasing the ubiquitin-proteasome proteolytic pathway.
  • Increases protein synthesis for increased strength.
    • Several studies indicate that HMB stimulates protein synthesis through multiple mechanisms including the mTOR pathway.
How long does it take to see results from HMB?

Studies show that measurable increases in strength and prevention for overtraining occur in only a couple of weeks; however, it will most likely take three or four weeks to produce results that will also be noticed by friends and coworkers.

How does HMB stack up scientifically?

Recognized experts at major universities have been conducting HMB research on animals and humans for over two decades. In these studies, HMB was found to have a number of beneficial effects, including producing better results faster from intense exercise. The list of HMB clinical studies is continually growing. Currently there are about 50 human clinical studies, 40 review articles and 4 meta-analyses, which have been published as peer-reviewed papers, and there are still more ongoing studies with HMB.

Are there any other muscle building or nutritional supplements that I should use with HMB?

It is well known that HMB can help build lean muscle mass, increase strength and improve recovery.  Recent research has shown that another nutrient, Vitamin D, is essential for helping muscles reach their full potential.  When HMB is combined with Vitamin D it optimizes the effectiveness of HMB. Learn more.

HMB combined with PEAK ATP has also shown a synergistic benefit on performance gains – meaning that when combined the benefits are greater than with either supplement alone. Learn more.

Research also shows that HMB combined with creatine produces greater results than either HMB or creatine alone.

HMB should be taken in combination with a balanced diet containing a daily protein intake of about one gram per pound of body weight, especially if you are actively exercising. If your diet isn’t balanced or your protein intake is low, then HMB should be combined with the appropriate vitamin, mineral, protein, or energy supplement to balance your diet.

Does HMB have any negative side effects?

Extensive clinical studies have been conducted to specifically evaluate the safety of HMB, and no negative side effects have been recorded in either men or women whether young or elderly. A summary of the effects of HMB on hematology, emotional profile, and adverse effects as measured in nine clinical studies showed only positive effects on cholesterol (7 percent decrease) and blood pressure (4.4 mm of Hg decrease).

What can I expect?

In clinical studies, HMB users have consistently improved strength, reduced muscle damage and have also improved body composition with exercise when compared with control test subjects. Research suggests that HMB supplementation also provides benefits to runners, cyclists, and other endurance-training individuals.

What does HMB do in the body?

HMB plays a significant role in improving the effects of training. HMB aids in increasing muscle protein in the body by decreasing protein breakdown and increasing protein synthesis. These effects have been shown to produce increases in strength, improvement in endurance, and aid in recovery from exercise/activity.

What is the recommended dosage?

The recommended dosage is three grams per day for average-size individuals. If you want to “customize” your dosage, research has shown that 38 mg/kg body weight each day is optimal.

Who can benefit from HMB supplementation?

Research indicates that HMB supplementation can benefit virtually everyone, especially those who work out and train.

Does HMB work for women?

Yes, published research results show that women who take supplemental HMB and exercise benefited from enhanced strength and improved body composition.

Who should not take HMB?

Pregnant or lactating women are advised against taking HMB because safety studies have not yet been conducted for these populations. Also, individuals with any known medical problems and adolescents should consult with their physicians prior to using HMB, as they should with all dietary supplements.